Usuário

COMO IDENTIFICAR UM USUÁRIO:

“De perto, talvez ninguém seja normal”. Por outro lado, de perto, de muito perto, talvez o diabo não seja tão feio quanto se pinta. “O difícil é olhar de perto; afinal a exclusão esconde o insuportável”.

Bem, o que estamos querendo dizer com tudo isso? Que antes de identificarmos um usuário, ou a droga que ele possa estar usando em forma abusiva, seria fundamental entendermos o ser humano, como ele pensa o que ele sente o que deseja, o que o preocupa.  Sem julgamentos precipitados, sem preconceitos, sem medo. Tarefa fácil? Não. Pois como disse Andrade: “O difícil é olhar de perto...”. Missão impossível? Também, não. Precisamos Ter apenas a consciência de que ao olhar para o outro, estaremos olhando para nós mesmos, para aquilo que mais intimamente, dentro de nós, procuramos evitar um contato.